Por que você deve fazer a gestão de processos com métodos ágeis?

Os métodos ágeis vieram do desenvolvimento de software e podem ser incorporados em diversas outras áreas, inclusive na gestão de processos. 

Não é segredo que o processo ágil está rapidamente se tornando a maneira preferida de gerenciar projetos. No próximo ano, espera-se que o Agile se torne ainda mais amplamente usado.

Organizações, equipes e até softwares de gerenciamento de projetos estão respondendo cada vez mais à demanda por processos mais adaptativos e evolutivos. E por um bom motivo. Em um mundo de negócios que precisa responder às rápidas mudanças de mercado e tecnologia, os métodos ágeis oferecem as ferramentas ideais.

De acordo com o Agile Dev do VersionOne 2012, 90% dos participantes disseram que a implementação de uma prática ágil melhorou sua capacidade de gerenciar mudanças de prioridades. O Agile é perfeito para qualquer projeto que exija uma série de versões ou iterações que precisem ser revisadas e aprimoradas até que o produto esteja pronto.

Por exemplo, em vez de esperar seis meses por um produto defeituoso ou que não atende mais aos requisitos atuais, o Agile permite que você produza um primeiro rascunho em menos de duas semanas (ou menos) para feedback imediato. A partir daí, você pode melhorar em cada versão até que esteja completa.

Vantagens do uso de métodos ágeis para gestão de processos

Existem diversos benefícios em usar o Agile. Aqui estão 13 razões pontuais pelas quais equipes como a sua estão usando cada vez mais esse processo flexível de gerenciamento de projetos:

 
  • O Agile é evolutivo, dando às equipes a oportunidade de aprender a cada nova iteração ou rascunho.
  • O Agile permite que as equipes forneçam um protótipo e o aprimorem a cada ciclo.
  • As equipes podem gerenciar as prioridades de mudança de forma mais eficaz.
  • Este processo rápido e flexível aumenta a produtividade.
  • O Agile suporta a solução de problemas regulares e colaborativos.
  • A natureza colaborativa inerente dos métodos ágeis melhora a visibilidade do projeto.
  • O Agile ajuda equipes e indivíduos a priorizar efetivamente o trabalho e os recursos.
  • As equipes podem antecipar as alterações do projeto recebidas.
  • As equipes podem fazer correções rápidas com base no feedback das partes interessadas.
  • As equipes podem prototipar uma solução ou processo para a próxima versão do projeto.
  • As partes interessadas e os clientes podem fornecer feedback à medida que o projeto evolui, sem parar o projeto em andamento.
  • As equipes obtêm feedback rápido de cada versão ou iteração.
  • Capacita equipes de projeto para trabalhar de forma criativa e eficaz.
 

A seguir, detalhamos alguns dos principais benefícios do uso dos métodos ágeis para gestão de processos e como maximizá-los:

Melhor qualidade do produto

Métodos ágeis têm excelentes salvaguardas para garantir que a qualidade seja a mais alta possível. A partir deles, é possível adotar uma abordagem proativa em relação à qualidade para evitar problemas com produtos. Isso acontece quando abraçamos a excelência tecnológica, bom design e desenvolvimento sustentável.

Com o Agile, a definição e a elaboração de requisitos sãofeito no tempo certo para que o conhecimento das características do produto seja tão relevante quanto possível. Incorporando integração contínua e testes diários no processo de desenvolvimento, permite que a equipe de desenvolvimento resolva os problemas enquanto eles estão atualizados.

Para isso, aproveite as ferramentas de teste automatizadas para desenvolver durante o dia, testar durante a noite e corrigir erros de manhã. Além disso, realize retrospectivas de sprint, permitindo que a equipe melhore continuamente os processos e o trabalho. No final, o trabalho estará desenvolvido, testado, integrado e documentado.

Maior satisfação do cliente

As equipes de projeto ágil satisfazem os clientes, porque os mantêm envolvidos e engajados em todos os projetos. Ter um proprietário de produto que seja especialista em requisitos de produtos e necessidades do cliente é fundamental nessa tarefa.

Com os métodos ágeis, é possível manter o backlog do produto atualizado e priorizado para responder rapidamente às alterações. Além disso, permite demonstrar a funcionalidade de trabalho para os clientes em todas as revisões de sprint e entregar produtos ao mercado mais rapidamente e com mais frequência a cada lançamento.

Maior moral da equipe

Fazer parte de uma equipe autogerenciada permite que as pessoas sejam criativas, inovadoras e reconhecidas por sua expertise. Ter um scrum master remove os impedimentos e protege a equipe de desenvolvimento da interferência externa. Trabalhar de forma cruzada permite que os membros da equipe aprendam novas habilidades e cresçam ensinando aos outros.

Maior colaboração e propriedade

A equipe de desenvolvimento, o proprietário do produto e o scrum master trabalham juntos diariamente. Reuniões diárias de scrum permitem que a equipe de desenvolvimento se organize em torno do trabalho concluído, do trabalho futuro e dos obstáculos. Durante as revisões do sprint, a equipe pode demonstrar e discutir o produto diretamente com as partes interessadas.

Estruturas de equipe personalizadas

O autogerenciamento coloca decisões que normalmente seriam tomadas por um gerente ou pela organização nas mãos dos integrantes da equipe. Devido ao tamanho limitado das equipes, os projetos ágeis podem ter várias equipes scrum em um projeto.

Autogerenciamento e limitação de tamanho significam que os projetos ágeis podem oferecer oportunidades únicas para personalizar estruturas de equipe e ambientes de trabalho.

Métricas mais relevantes

As equipes de projeto ágil usam métricas para estimar tempo e custo, medir o desempenho do projeto e tomar decisões de projeto com frequências mais relevantes e mais precisas do que métricas em projetos tradicionais. Em projetos ágeis, você fornece métricas para:

  • Determinar cronogramas e orçamentos do projeto com base no desempenho e nos recursos reais de cada equipe de desenvolvimento.
  • A equipe fornecer estimativas de esforço para os requisitos do projeto.
  • Usar estimativas relativas, em vez de horas ou dias, para adaptar o esforço estimado ao conhecimento e aos recursos de uma equipe individual.
  • Refinar o esforço, o tempo e o custo estimados regularmente, à medida que a equipe aprende mais sobre o projeto.
  • Comparar o custo do desenvolvimento futuro com o valor desse desenvolvimento, que ajuda as equipes de projeto a determinar quando encerrar um projeto e implantar capital para um novo projeto.
 

Melhor visibilidade do desempenho

Em projetos ágeis, todos os membros da equipe do projeto têm a oportunidade de saber como o projeto está indo a qualquer momento. Reuniões diárias de scrum, revisões diárias de sprint e gráficos de progresso visíveis oferecem formas concretas de ver o progresso.

Maior controle de projetos

As muitas oportunidades de inspeção e adaptação em projetos ágeis permitem que todos os membros da equipe de projeto, equipe de desenvolvimento, product owner, scrum master e stakeholders, exerçam controle e acabem criando produtos melhores. O gerenciamento ágil de projetos incorpora várias práticas, artefatos e ferramentas para melhorar a previsibilidade.

Risco reduzido

As técnicas ágeis praticamente eliminam a chance de falha absoluta do projeto. Isso porque desenvolve-se em sprints, ou seja, ciclos menores, garantindo um curto período entre o investimento inicial do projeto, o fracasso rápido ou saber que um produto ou uma abordagem funcionará.

Além disso, são desenvolvidos requisitos para a definição de feito em cada sprint. Assim, os patrocinadores do projeto têm recursos úteis e completos, independentemente do que possa acontecer com o projeto no futuro.

O fornecimento de feedback constante sobre produtos e processos por meio de reuniões diárias de scrum e comunicação constante da equipe de desenvolvimento também é fundamental. Isso permite que o usuário final veja e reaja a novos recursos regularmente.

Texto extraído do blog da Computer World.